16/09/2016
O catanduvense Marcos Scaldelai, autor do livro “99,9% não é 100%”, participará da XXV Semana Monsenhor Albino. Ele ministra a palestra “99,9% não é 100%. Você pode mais!”, no dia 19 de setembro próximo, exclusivamente para os funcionários da Fundação Padre Albino, às 20h00, na Sala de Ginástica e Dança do Complexo Esportivo “Prof. Ivo Dall’Aglio” da FIPA, onde narra sua trajetória de carreira até tornar-se um dos CEOs mais jovens do país.

Marcos Henrique Scaldelai cursou o Ensino Médio na EE Paulo de Lima Correa, em Catanduva, graduou-se em Comunicação Social pela ESPM e MBA em Gestão de Negócios e Tecnologia pela USP. Tem experiência de mais de 19 anos em empresas multinacionais e nacionais de grande porte e renome no segmento alimentício, higiene, limpeza e beleza como Bombril, Bertin e General Mills.

Na posição de CEO foi responsável pela implementação da governança corporativa e reestruturação dos processos da Bombril trazendo em seu primeiro ano nesta função (2014) um resultado de 12% na elevação da receita anual e dobro do EBITDA. Como Executivo Comercial e de Marketing trabalhou no renascimento da marca no mercado, com uma estratégia de valorização da mulher brasileira que revolucionou todo o setor. Marcos lançou mais de 200 produtos, trazendo um novo conceito de soluções de higiene e limpeza ao Brasil.

Na Bertin atuou na fase de construção da marca no segmento de carnes para os canais varejo e food service e início do rejuvenescimento das marcas de lácteos como Vigor, Leco e Danúbio. Na General Mills, terceira maior empresa de alimentos dos Estados Unidos e quinta do mundo, atuou por dez anos com destaque para a implementação da marca Häagen-Dazs e Nature Valley no Brasil e da ampliação nacional das marcas Forno de Minas e Frescarini.

O livro “99,9% não é 100%”, lançado pela Editora Gente, com alcance de mais de 15 mil exemplares vendidos, no primeiro mês de lançamento foi classificado entre os cinco livros de maior venda no setor de negócios do país.

Convidado, Marcos Scaldelai visitou a Fundação e a obra de construção do Serviço de Radioterapia no final de maio passado. Ele disse ter ficado lisonjeado pelo convite, ainda mais por saber que Catanduva terá seu próprio Hospital de Câncer, e se sentiu na obrigação de ajudar. “Não tem como você ser um catanduvense e não sentir vontade em ajudar. É impressionante o carinho que todos estão colocando neste projeto e quantas pessoas de Catanduva e região ficarão agradecidas”, ressaltou.

Fonte: Assessoria de imprensa – Fundação Padre Albino. Foto: Divulgação.

Marcos Scaldelai.